[tile-template id=”1311″]

A galeria da Fundação Rui Cunha destina-se a ser uma plataforma de divulgação dos jovens artistas de Macau, contribuindo, de forma sustentável, para o panorama cultural do território. Para o cumprimento dos objectivos presentes nos estatutos da Fundação Rui Cunha, pretendemos com as acções desenvolvidas, promover ou patrocinar eventos de carácter sociocultural, nomeadamente no âmbito da literatura, das artes plásticas e da música, com o objectivo de divulgar a cultura própria e as indústrias criativas da RAEM.

Entendemos que, desta forma, podemos contribuir para o desenvolvimento da identidade, quer do sistema jurídico da RAEM, individual e autónomo, quer das gentes de Macau e da sua singular cultura, intervindo filantrópica e culturalmente na sua sociedade civil. Neste sentido, para além das exposições, a área cultural da Fundação Rui Cunha, desenvolve um programa educativo destinado a formar o olhar e a desenvolver a sensibilidade para as diversas formas artísticas, sobretudo nas camadas mais jovens e no público escolar. Para além de oficinas criativas, especialmente concebidas para o efeito e de acordo com as exposições patentes na galeria, contamos com a realização de Conversas com Arte ou em torno do Design, entre outras, destinadas a serem um fórum de reflexão, quer por parte de profissionais da área, quer de toda a sociedade civil, diversificando os temas e as perspectivas sobre os assuntos relevantes para a cultura em Macau.

Na música, a criação de uma Jovem Orquestra de Cordas da Fundação Rui Cunha, objecto de um protocolo estabelecido com a Star Music & Arts Center, revela a intenção de continuarmos a incentivar a juventude do território.  Outras novidades se seguirão, relativas ao desporto e à área social, de grande importância e contributo para as comunidades existentes no território. Para Macau, mais e melhor.